Rip Curl estreita laços

Rip Curl Brasil reúne parceiros comerciais durante a etapa do Championship Tour em Portugal.

0

Pelo segundo ano consecutivo, a Rip Curl Brasil promoveu uma viagem com alguns de seus principais parceiros comerciais para uma experiência diferenciada de mercado alinhada com seus princípios e valores e com foco na área comercial.

Desta vez, o destino escolhido foi Portugal, durante o período do MEO Rip Curl Pro, etapa do Championship Tour, em Peniche, e foram convidados empresários que estão à frente de lojas Rip Curl no Brasil e também clientes multimarcas.

O projeto de licenciamento da marca vem crescendo, com rápida expansão em todo litoral do País, hoje chegando a 15 lojas, todas em locais icônicos do surfe, com parceiros comerciais de Garopaba (SC) a Maceió (AL), alcançando sucesso pela flexibilidade e rentabilidade ao investidor.

Em Portugal, foram dez convidados representantes das lojas de Guarujá, Riviera de São Lourenço e Boiçucanga, em São Paulo, Balneário Camboriú e Garopaba, em Santa Catarina, Búzios e Cabo Frio, no Rio de Janeiro, além de dois representantes do mercado multimarca do Sul do Brasil.

Acompanhados pelo CEO da Rip Curl Brasil, Felipe Silveira, pelo gerente de marketing, Fernando Gonzalez, e pelo gerente comercial Luis Fernando, o Pinguim, os lojistas conheceram os bastidores do CT, com acesso à área VIP do evento, alguns dos principais de surf da região e também a loja Rip Curl, em Peniche, que já opera a há três anos com grande sucesso.

Mais do que uma ação comercial, houve um estreitamento das relações entre a marca e alguns dos seus principais parceiros comerciais no Brasil, mesmo durante um cenário recessivo no varejo e um período em que muitas marcas estão cortando investimentos.

“A ideia foi levar nossos parceiros e apresentar um pouco do mercado europeu durante o principal campeonato da Rip Curl no Hemisfério Norte. Portugal é um lugar incrível para o mercado do surfe. O esporte está em forte crescimento no País, fomentado pela intensa atividade das escolas de surfe, dos surfistas europeus, cada vez mais presentes no CT e pelas ótimas condições de surfe na região. Apresentamos a loja Rip Curl Peniche, com 400 metros quadrados, bem no coração da Cidade, para que eles possam levar boas referências em atendimento, exposição de produto e promoções para aplicar nas nossas lojas aqui no Brasil”, afirmou Fernando Gonzalez.

Durante a visita à loja Rip Curl em Peniche, todos foram recepcionados pelo diretor geral de operações da marca em Portugal, José Farinha, que comandou um meeting para explicar sobre o mercado europeu e como vê os caminhos para o crescimento dos negócios. “Realmente foram dias bem proveitosos, com ótimas companhias e muita troca de informação. Adquirimos mais conhecimento e também respiramos mais Rip Curl”, disse Luiz Fernando, o Pinguim, gerente comercial da Rip Curl Brasil.

“Portugal é hoje a meca da iniciação ao surfe na Europa. Pessoas do Leste Europeu, Noruega, Suécia, Inglaterra e outros países vão para lá aprender, devido ao clima mais favorável e boas condições para os aprendizes. O surfe está em expansão, é impressionante. Mais de 150 escolas de surfe em atividade só em Peniche e arredores. Em Portugal também temos a vantagem do idioma ser comum aos brasileiros. A interação com os executivos da Rip Curl de lá é mais fácil, além de ser uma viagem mais rápida, já que Peniche fica a pouco mais de uma hora de Lisboa, onde aterrissamos”, relatou Fernando Gonzalez.

A experiência acertou em cheio e foi muito elogiada pelos parceiros. “Foi maravilhoso, trocamos informações, aprendemos muito, estreitamos nossos vínculos e, com certeza, vamos levar a Rip Curl muito mais longe no Brasil”, comentou Sérgio Martins Júnior, representante comercial da Rip Curl no Rio de Janeiro e sócio das lojas da marca em Cabo Frio e Búzios.

“Foi uma trip irada, experiência incrível, troca de conhecimento absurda e, sem dúvidas, voltamos com outra cabeça para manter o trabalho mais forte em busca os melhores resultados”, comentou Jhonny de Aquino Peixoto, gerente da loja Rip Curl Barra Shopping.

Carlos Cunha, das lojas Planeta Surf, no Rio Grande do Sul, também enalteceu os resultados obtidos com a viagem. “Além de conhecermos novos locais, aproveitamos a beleza de Portugal e o campeonato. Com certeza, esses dias farão diferença no trabalho de todos e alavancarão ainda mais as vendas de Rip Curl em todas as lojas”, destacou.

Para finalizar a viagem, nada melhor do que encontrar e interagir com um dos fundadores da Rip Curl, o francês François Payot. Responsável pela expansão da marca na Europa no final dos anos 70, ele chegou à Portugal para acompanhar as finais do MEO Rip Curl Pro e fez questão de se encontrar com os participantes da viagem.

“Foi uma honra encontrar o François, que dentre muitos assuntos, esclareceu alguns pontos sobre a venda da Rip Curl para a Kathmandu e reforçou que a negociação será muito positiva para ambas as marcas, já que as duas são complementares uma a outra. Também enfatizou que a manutenção dos valores da marca Rip Curl, a continuação da equipe e o foco em desenvolver produtos de qualidade foram premissas para o sucesso da negociação”, contou Gonzalez.